Artigos

Alimentação na demência avançada: uma discussão controversa, mas necessária

Com a melhoria dos cuidados de saúde e das condições socioeconómicas, as pessoas vivem cada vez mais. A demência, muito associada ao envelhecimento, é uma doença neurológica crónica e progressiva que afeta a capacidade de raciocínio do doente. Apesar de existirem medicamentos que ajudam nalguns sintomas, a demência não tem cura. Na sua fase mais avançada, o doente fica acamado e pode perder a capacidade de comer, engasgando-se facilmente, não engolindo os alimentos ou recusando a alimentação.

Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
APLV comparticipação do tratamento pelo Estado

"Chamo-me Henedina Antunes e no dia 24 de junho de 2017 fui eleita presidente da Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia, Hepatologia e Nutrição Pediátrica. Esta sociedade tem como finalidade tratar e dar as melhores condições de tratamento a todas as crianças com problemas desta área, e fazer formação para este objetivo, bem como prevenir o aparecimento destas patologias.

Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
A  COVID-19 e as dores de costas: A auto-imunidade como locus onde as doenças se encontram

Pois é, agora até a dor de costas pode ser provocada pela COVID… Mas como?

Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
A telemonitorização no tratamento do doente com SAOS durante a pandemia

A síndrome da apneia obstrutiva do sono (SAOS) é um distúrbio respiratório comum, frequentemente não reconhecido e, embora não existam estudos epidemiológicos em Portugal, e segundo o Plano Nacional para as Doenças Respiratórias, estima-se que a prevalência da SAOS na população portuguesa (adultos) seja cerca de 20%.

Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter

Pesquisa