Notícias

Marque na agenda: Ação de Formação Pós Graduada SPDM

A Ação de Formação Pós Graduada da Sociedade Portuguesa de Doenças Metabólicas decorre já nos próximos dias 3 e 4 de fevereiro das 17h00 às 19h00.

Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Novartis Farma Portugal tem novo diretor-geral

O Dr. Simon Gineste, 43 anos, é o novo diretor-geral da Novartis Farma Portugal. Sucede assim a Dr.ª Cristina Campos como responsável pela divisão Farma da Novartis Portugal.

Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Bristol-Myers Squibb recebe aprovação da CE para nivolumab em associação com ipilimumab e dois ciclos de quimioterapia

A aprovação baseia-se nos resultados do ensaio de fase 3 CheckMate -9LA, que demonstram uma sobrevivência global superior em doentes com cancro de pulmão de células não-pequenas, independentemente da expressão de PD-L1 ou da histologia do tumor. A decisão da Comissão Europeia (CE) vem aprovar pela primeira vez uma dupla imunoterapia com quimioterapia por tempo limitado, em doentes com cancro do pulmão de células não-pequenas na União Europeia (UE) 

Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Reveja o webinar "Músculo e Composição Corporal em Oncologia"

webinar "Músculo e Composição Corporal em Oncologia Manter o músculo em Oncologia: nutrição, anabolismo e exercício” realizou-se em formato virtual, no passado dia 21 de janeiro. Reveja a sessão.

Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Colaboração entre organizações de saúde durante a pandemia marca tendência para o futuro

Uma maior perceção dos riscos de saúde, a valorização da contribuição da ciência, a colaboração e partilha de dados, assim como a aceleração no ritmo e escala da transformação tecnológica e digitalização em todo o ecossistema da saúde, impulsionados pela pandemia da COVID -19, irão marcar o futuro dos setores de saúde e life sciences de acordo com o estudo Life Sciences & Health Care Predictions da Deloitte.

Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Cancro do colo do útero “é uma doença evitável e curável”

Todos os anos, cerca 300 mil mulheres perdem a vida no mundo devido ao cancro do colo do útero. Em Portugal, os dados de 2020 dão conta de 865 mulheres diagnosticadas e 379 vítimas mortais. Isto significa que todos os dias morre, em média, uma mulher vítima de cancro do colo do útero em Portugal. A Dr.ª Rita Sousa, ginecologista do Instituto Português de Oncologia de Coimbra, afirma que "esta é uma doença que, com os rastreios, pode ser evitada e curada se detetada precocemente. O rastreio demora apenas cinco minutos, mas pode salvar a vida de uma mulher.”

Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Congresso Português de Endocrinologia: "Um ponto alto na especialidade"

O Congresso Português de Endocrinologia e a 72.ª Reunião Anual da Sociedade Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo (SPEDM) decorrem já nos próximos dias 29 a 31 de janeiro e, de acordo com o presidente da SPEDM, Prof. Doutor Davide Carvalho, “será, sem dúvida, um ponto alto para a Endocrinologia portuguesa”.

Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Segundo episódio do podcast #CardioTalks destaca NOAC no tratamento do tromboembolismo venoso

A News Farma lança agora o segundo episódio do podcast #CardioTalks, que aborda as mais-valias dos NOAC na extensão do tratamento do tromboembolismo venoso. Dirigida exclusivamente a profissionais de saúde, esta plataforma pretende ser uma ferramenta útil de consulta e reflexão, em prol da redução dos eventos cardiovasculares em Portugal.

Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Cancro do colo do útero: “o rastreio não está a ser feito de forma adequada”

“Algo que me deixa preocupado é o rastreio não estar a ser feito de forma adequada”, devido ao contexto de pandemia. Quem o afirma é o Dr. Henrique Nabais, ginecologista e diretor da Unidade de Ginecologia do Centro Clínico Champalimaud, em entrevista à News Farma, no âmbito da Semana Europeia de Prevenção para o Cancro do Colo do Útero. Apesar de termos um plano nacional de vacinação em curso, o verdadeiro problema assenta na diminuição do rastreio do cancro do colo do útero, devido à pandemia.

Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter

Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019