Bolsas de Investigação 2021 Pfizer: "Orgulho e reforço do nosso contributo para a investigação em Portugal"
12/07/2021 15:24:31
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Bolsas de Investigação 2021 Pfizer: "Orgulho e reforço do nosso contributo para a investigação em Portugal"
No âmbito do Programa Global de Bolsas de Investigação 2021 da Pfizer Portugal, a diretora médica da empresa farmacêutica, Dr.ª Susana Castro Marques, explicou, em entrevista à News Farma, o objetivo do projeto, de que forma se enquadra no plano global da Pfizer Portugal e como decorre o processo de seleção dos projetos vencedores. Leia na íntegra.

News Farma (NF) | Qual o objetivo do Programa Global de Bolsas de Investigação 2021?

Dr.ª Susana Castro Marques (SM) | Estas bolsas estão inseridas no programa Pfizer Global Medical Grants (GMG), criado para apoiar iniciativas independentes, com o objetivo de melhorar os resultados em saúde e responder a necessidades médicas não satisfeitas, alinhadas com a estratégia científica da Pfizer.

 

NF | A investigação científica é uma aposta da Pfizer? A quem se destina este programa de bolsas?

SM | A Pfizer é uma companhia com um impressionante legado de mais de 170 anos de história ao serviço dos doentes e das populações. A investigação científica faz parte do nosso ADN, a nossa ambição para o futuro vai para além do tratamento de sintomas, é também de prevenir e curar doenças, quer sejam muito prevalentes, quer sejam raras, fazendo uso do nosso conhecimento e dos nossos recursos humanos, financeiros e logísticos.

No âmbito do Programa Global de Bolsas de Investigação 2021, já foram disponibilizadas na Europa, incluindo naturalmente Portugal, 23 Pfizer Global Medical Grants, com um total de financiamento de aproximadamente 9 milhões de dólares, onde profissionais de saúde, investigadores e academia tiveram oportunidade de submeter os seus projectos de investigação. Este Programa de Bolsas de Investigação, no valor de 50 mil euros, na área do Cancro da Mama Metastático constitui uma iniciativa da Pfizer Portugal, que muito nos orgulha e que reforça o nosso contributo para a investigação que se realiza em Portugal.

Prova deste nosso compromisso é o facto de este ano celebrarmos o 65.º aniversário dos Prémios Pfizer, que resultam de uma parceria, desde o seu início em 1956, entre a Pfizer Portugal e a Sociedade de Ciências Médicas de Lisboa, com o objectivo de contribuir para a dinamização da investigação em Ciências da Saúde em Portugal. Estes prémios distinguem os melhores trabalhos de investigação básica e clínica, elaborados total ou parcialmente em instituições nacionais por investigadores portugueses ou estrangeiros.

 

NF | Porquê a escolha do Cancro da Mama Metastático? A sua prevalência tem vindo a aumentar ao longo dos anos?

SM | Estima-se que uma em cada 8 a 10 mulheres terá o diagnóstico de cancro da mama ao longo da sua vida, e sabemos que felizmente o cancro da mama tem uma elevada probabilidade de remissão. No entanto, até 30% dos casos tratados poderão recidivar ao longo da vida da sobrevivente, e a grande maioria destes dará origem aos casos de cancro da mama avançado, sem tratamento curativo.

Por não ter cura, quem recebe este diagnóstico sabe que terá de viver com a doença. Se as estimativas de sobrevivência foram prolongadas, será uma doença crónica. Na última década a ciência tem evoluído significativamente e o tratamento por equipas dedicadas e especializadas, bem como o acesso à inovação, são fatores de sucesso actuais e para uma perspectiva cada vez mais positiva para o futuro.

É, por isso, fundamental apostar na investigação científica, para que o cancro da mama metastático se torne num futuro próximo numa doença crónica para todas as mulheres que têm este diagnóstico. Na Pfizer acreditamos que a ciência irá vencer.  

 

NF | De que forma é que o projeto financiado pode vir a contribuir para uma melhor terapêutica dos doentes?

SM | A atribuição destas bolsas de investigação pela Pfizer Portugal tem o intuito de financiar projetos que pretendam aumentar o conhecimento clínico e gerar evidência no tratamento do Cancro da Mama Metastático com inibidores CDK 4/6 através de:

  • Geração de Dados de Vida Real (RWD) através da prática clínica com inibidores CDK 4/6 no tratamento de Cancro da Mama Metastático;
  • Geração de dados através de Patient Reported Outcomes (PRO), avaliando a segurança e/ou eficácia do tratamento com inibidores CDK 4/6 em populações especiais com Cancro da Mama Metastático;
  • Apoio de investigação pré-clínica e/ou clínica que permita gerar evidência sobre novas estratégias de tratamento com inibidores CDK 4/6.

 

NF | Como se processa o processo de seleção dos trabalhos?

SM | Após a submissão dos trabalhos, os projetos serão analisados por um painel independente de revisores portugueses, que irão selecionar os projetos para financiamento. A Pfizer não tem influência sobre nenhum aspeto dos projetos e apenas solicita relatórios sobre os resultados e sobre o impacto dos mesmos, com o intuito de compartilhá-los publicamente.

 

 

O prazo de entrega das candidaturas termina no próximo dia 15 de julho, e pode efetuar a sua através deste link.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019