6.º Fórum de Imunoalergologia do Centro coloca as imunodeficiências primárias no centro da discussão
20/11/2019 17:38:27
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
6.º Fórum de Imunoalergologia do Centro coloca as imunodeficiências primárias no centro da discussão

Apesar de "não serem muito frequentes", as imunodeficiências primárias são "muito graves e complexas" e, por isso, os clínicos devem estar mais atentos para os seus sintomas. O alerta foi dado pela Dr.ª Elisa Pedro, presidente da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC), a propósito do 6.º Fórum de Imunoalergologia do Centro, que decorreu no passado dia 8 de novembro, na cidade de Coimbra. Assista ao vídeo da entrevista.

 

Em declarações à News Farma, a especialista começa por explicar que um "grande número destas imunodeficiências começam na infância" e outras "não chegam sequer a ser diagnosticadas a tempo".

Neste sentido, este tipo de reuniões são o momento ideal para "chamar a atenção para estas doenças" e, por isso, o programa contou com vários palestrantes reconhecidos pela sua experiência nesta área, que apresentaram "casos clínicos muito relevantes".

Além disso, o evento partilhou várias indicações e recomentações, que ficarão disponíveis brevemento site da SPAIC.

 

Vídeo


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019