Lisboa recebe curso de Dermatologia tropical e do viajante da EADV
Lisboa recebe curso de Dermatologia tropical e do viajante da EADV

“As doenças tropicais são um problema que interessa muito à Europa, porque embora pareça que ocorrem só lá nos trópicos, toda a gente que viaja pode vir com essas doenças para cá, que contraíram noutros países”. Quem o diz é o Prof. Doutor Paulo Cunha, da Faculdade de Medicina de Jundiaí, no Brasil, ao falar com a News Farma sobre o curso de Dermatologia tropical e do viajante, da European Academy of Dermatology and Venereology (EADV). O curso, destinado a especialistas da Dermatologia e Venereologia, terá lugar entre os próximos dias 13 a 15 de dezembro, em Lisboa. Assista à entrevista.

 

A formação tem como objetivo conceder ao dermatovenereologista as competências necessárias para lidar com a área, bem como mostrar uma “visão muito importante da academia europeia” no que diz respeito ao tema, diz o Prof. Doutor Paulo Cunha.

“O problema da imigração, o problema dos refugiados, [são razões pelas quais] a Europa tem um interesse muito grande em saber de doenças tropicais”, afirma o especialista. Nesse sentido, alguns dos temas a serem abordados prendem-se com doenças infeciosas, bacterianas e negligenciadas pela academia, para além da apresentação de casos de estudo e de sessões práticas.

Pode consultar o programa completo nesta ligação.

Saiba mais em https://www.mydermatologia.pt/.

 

Vídeo


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019