Tech4Covid19: startups portuguesas aliam-se na luta contra a pandemia
18/03/2020 16:27:44
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Tech4Covid19: startups portuguesas aliam-se na luta contra a pandemia

“STOP COVID-19”. É este o mote da campanha de angariação de fundos da Tech4Covid19, com o objetivo de adquirir equipamento médico para centros hospitalares e unidades de saúde em necessidade. Este é o primeiro projeto da comunidade tecnológica portuguesa, que, até ao momento, conta com mais de dois mil empreendedores e colaboradores, que se voluntariaram para combater o novo coronavírus através da tecnologia.

 

De acordo com dados da Ordem dos Médicos, 20% dos infetados com covid-19 em Portugal são médicos, que, por falta de proteção e material de trabalho, contraíram a doença, o que se traduz numa maior redução na assistência a doentes.

Nesse sentido, a primeira campanha da Tech4Covid19 visa angariar um mínimo de 100 mil euros para aquisição de equipamentos de proteção médica, nomeadamente máscaras, luvas, batas, que têm como função garantir a proteção individual dos profissionais de saúde e impedir o contacto com superfícies infetadas, diminuindo a probabilidade de propagação do vírus.

Caso seja justificado, serão realizadas outras campanhas de reforço de equipamentos de proteção individual, ventiladores e testes de diagnóstico, bem como de prestação de apoio a outras entidades com necessidades de equipamento.

O movimento revela ter identificado fornecedores para mais de meio milhão de máscaras de proteção e mais de 50 ventiladores, tendo recebido diversos pedidos de equipamento e apoio por parte de centros hospitalares e profissionais de saúde. O objetivo da campanha é, assim, colmatar estas necessidades, em coordenação com as entidades públicas responsáveis, acrescenta a Tech4Covid19.

A comunidade tecnológica tem em curso cerca de 15 projetos de combate ao vírus, como é o caso de ideias para melhorar o rastreamento de redes de contágio e facilitar videochamadas entre médicos e doentes, criar uma rede de suporte a médicos e enfermeiros deslocados ou a pessoas que necessitam de ajuda para ir às compras ou à farmácia, bem como estabelecer um chatbot para dúvidas quanto aos apoios concedidos pelo Estado às empresas e às pessoas singulares.

Acelerar a compra de material hospitalar, disseminar informação, recrutamento e coordenação de profissionais de saúde e ainda criar um sistema que permita à população verificar sintomas sem necessidade de ir ao médico são alguns dos objetivos dos projetos.

A campanha é um esforço conjunto de mais de 15 startups, entre elas Adapttech, AddVolt, Azitek, ChinaFacture, GoParity, Healthy Road, Humaniaks, HUBB, ISSHO, LOQr, nBanks, PlugtoChina, TonicApp, Ungap, Vizzuality, Wisecorp e YBYFoods.

Pode fazer a sua doação em goparity.com/pt-pt/stopcovid19, a partir de um euro. Os métodos de pagamento disponíveis são IBAN, cartão de crédito e MBWay. Caso opte pela transferência, deve usar o IBAN PT50 0010 0000 5496 7450 0022 2, e, para MBWay, o número +351 912 712 367.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019