Boehringer Ingelheim junta-se ao combate à COVID-19
16/04/2020 16:21:56
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Boehringer Ingelheim junta-se ao combate à COVID-19

Na batalha contra a COVID-19, o trabalho da Boehringer Ingelheim desenvolve-se em várias frentes. A nível internacional, farmacêutica revela que a aposta tem sido na procura de soluções de tratamento para os doentes, voluntariado, donativos de equipamentos e apoio a comunidades sociais em desenvolvimento. Em Portugal, a companhia está a dar o seu contributo através da doação de materiais essenciais no combate à propagação da doença a vários hospitais e Unidades de Saúde Familiares.

 

“Somos uma empresa global com mais de 50 mil colaboradores em todo o mundo e consideramos ser nosso dever fornecer a melhor proteção possível para a saúde dos doentes, dos nossos colaboradores e da sociedade. A partir do momento em que o coronavírus coloca em risco a saúde pública, torna-se automaticamente uma prioridade para a empresa trabalhar, em todas as frentes, para o combater”, esclarece a Dr.ª Sandra Marques, diretora-geral da Boehringer Ingelheim Portugal.

Enquanto empresa com uma forte componente de investigação, a Boehringer Ingelheim revela estar, desde janeiro deste ano, ativamente num esforço coletivo mundial de combate à COVID-19. A farmacêutica afirma que o desenvolvimento de vacinas permitirá a imunização de grande parte da população, mas que outras soluções serão necessárias para pessoas que têm um risco acrescido de desenvolverem doença grave ou que já estejam infetadas.

A diretora-geral adianta: “Temos cerca de 100 cientistas de I&D, com 11 mil horas de laboratório, comprometidos no combate ao vírus. No processo de desenvolvimento de novos fármacos ao longo do tempo, a Boehringer Ingelheim construiu uma biblioteca com mais de um milhão de compostos. Atualmente estamos a realizar uma triagem computacional de toda a biblioteca de moléculas da Boehringer Ingelheim, com o objetivo de identificar novas pequenas moléculas com atividade contra o vírus SARS-CoV 2. Ao mesmo tempo, estamos a avançar rapidamente no desenvolvimento de anticorpos monoclonais neutralizantes antivirais para a terapêutica com COVID-19, em colaboração com o Centro Alemão de Pesquisa de Doenças Infeciosas (DZIF)”.

Através do um consórcio com outras empresas farmacêuticas e a Fundação Bill e Melinda Gates, a entidade sublinha ter unido esforços para encontrar soluções que impulsionem o desenvolvimento de vacinas, diagnósticos e outros tratamentos que ajudem no combate à pandemia de COVID-19.

Outras medidas foram tomadas pela empresa a nível global, tais como a disponibilização de 5,8 milhões de euros para doações financeiras em todo o mundo, a possibilidade dos cerca de 50 mil colaboradores tirarem até 10 dias de licença remunerada para se voluntariarem no combate da COVID-19, e o apoio, com um fundo de 580 mil euros, a comunidades do programa de empreendedorismo social da Boehringer Ingelheim Making More Health, e a empreendedores sociais na Índia e no Quénia. 


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019