AbCellera e Lilly irão desenvolver terapêuticas à base de anticorpos para tratamento da COVID-19
23/04/2020 15:46:44
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
AbCellera e Lilly irão desenvolver terapêuticas à base de anticorpos para tratamento da COVID-19

AbCellera e Lilly irão seleccionar mais de 500 anticorpos únicos isolados de um dos primeiros doentes americanos com COVID-19 a ser curado para criar terapêuticas à base de anticorpos para tratamento e prevenção da COVID-19.

 

As empresas AbCellera e Eli Lilly & Company (NYSE: LLY) anunciaram a criação de uma parceria para desenvolverem em conjunto produtos à base de anticorpos para tratamento e prevenção do COVID-19. A parceria irá potenciar a plataforma de resposta rápida da AbCellera à pandemia, desenvolvida ao abrigo do programa DARPA Pandemic Prevention Platform (P3) e as capacidades globais da Lilly para um desenvolvimento, fabrico e distribuição céleres de terapêuticas à base de anticorpos.

Uma semana depois de ter recebido uma amostra de sangue de um dos primeiros doentes americanos com COVID-19 que foram curados, a AbCellera rastreou mais de cinco milhões de células imunitárias com o objectivo de detetar as que produziam anticorpos funcionais que ajudaram o doente a neutralizar o vírus e a recuperar da doença. Desta forma, a AbCellera identificou mais de 500 sequências integrais de anticorpos humanos, o maior painel de anticorpos antiSARS-CoV-2 reportado até à data.

O passo seguinte é rastrear esses anticorpos a fim de descobrir os mais eficazes na neutralização do SARS-CoV-2. Muitos desses anticorpos serão expressos em colaboração com parceiros do Vaccine Research Center (VRC) do National Institute of Allergy and Infectious Diseases (NIAID), que fazem parte dos Institutos Nacionais de Saúde e, caso seja obtido o acordo do NIAID, serão testados quanto à sua capacidade de neutralizar o vírus.

“A plataforma da AbCellera detectou, com uma rapidez sem precedentes, o maior painel de anticorpos antiSAR-CoV-2 a nível mundial,” afirmou o Prof. Doutor Carl Hansen, CEO da AbCellera. “Em 11 dias, descobrimos centenas de anticorpos contra o vírus SARS-CoV-2, responsável pela actual pandemia, passámos à fase de testes funcionais com peritos mundiais em virologia e assinámos um acordo de colaboração para o desenvolvimento com uma das principais empresas biofarmacêuticas do mundo. Estamos verdadeiramente impressionados com a rapidez e a agilidade da resposta da Lilly a este desafio global. Em conjunto, as nossas equipas estão empenhadas em descobrir uma medida preventiva que ponha fim a este surto.”

“Com o aumento exponencial do número de casos em todo o mundo, médicos e doentes anseiam por uma intervenção terapêutica que possa acelerar a sua recuperação ou prevenir a doença. A Lilly está empenhada em cumprir a sua parte na procura de inovação para os doentes perante este surto mundial,” afirmou o Prof. Doutor Daniel Skovronsky, chief scientific officer da Lilly e presidente dos Laboratórios de Pesquisa da Lilly. “Estabelecemos uma parceria com a AbCellera porque ficámos impressionados com a rapidez e qualidade da sua intervenção. Estamos a agir com a máxima velocidade para criar um possível tratamento que possa ajudar os doentes. Embora geralmente um novo programa terapêutico à base de anticorpos possa demorar anos a chegar à prática clínica, o nosso objectivo, em conjunto com a AbCellera, é testar potenciais novas terapêuticas em doentes nos próximos quatro meses.”

Nos termos do acordo, a AbCellera e a Lilly comprometeram-se a dividir igualmente entre si os custos iniciais do desenvolvimento de um possível produto, sendo posteriormente a Lilly responsável pelo futuro desenvolvimento, fabrico e distribuição. Se for bem-sucedida, a Lilly está pronta para trabalhar com as entidades reguladoras a nível mundial para que esse tratamento chegue aos doentes.

Para aprofundar ou acompanhar o tema da COVID-19, visite o site da News Farma dedicado em exclusivo ao tema e destinado a profissionais de saúde: https://covid19.newsfarma.pt/


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019