Portugal contribui pela primeira vez para aliança internacional das vacinas
05/06/2020 12:22:27
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Portugal contribui pela primeira vez para aliança internacional das vacinas

Portugal vai contribuir pela primeira vez para a Cimeira Global da Aliança das Vacinas (Gavi), com 100 mil euros, anunciou a ministra da Saúde, a Prof.ª Doutora Marta Temido, durante uma intervenção numa cimeira global de angariação de fundos organizada pelo Reino Unido.  

 

"A atual pandemia recorda-nos de como as vacinas são cruciais. Contamos com a Gavi para a distribuição de uma futura vacina para a COVID-19, para que seja acessível a todos e possa constituir um bem público internacional para a saúde. Portugal tem vindo a fortalecer relações com a Gavi e pela primeira vez vamos contribuir financeiramente para a Aliança", afirmou. 

A Prof.ª Doutora Marta Temido falou numa comunicação vídeo gravada previamente e transmitida durante um bloco em que intervieram líderes de outros países europeus, como França, Alemanha, Suíça, Turquia, Islândia, Irlanda, Luxemburgo, Holanda, Espanha, Suécia, Dinamarca ou Finlândia. 

Em nome da União Europeia (UE), a presidente da Comissão Europeia, a Dr.ª Ursula von der Leyen, comprometeu-se com a contribuição de 300 milhões de euros para o período entre 2021 e 2025, a somar às contribuições individuais dos Estados membros. Segundo a responsável, no último mês a UE ajudou a angariar quase 10 mil milhões de euros para combater o coronavírus, dos quais 1,5 mil milhões de euros para a Gavi, para "acelerar a entrega de uma vacina acessível para a COVID-19 para todos os que precisem". 

Leia a notícia completa na página da News Farma dedicada à COVID-19, aqui.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019