Centro de logística da Mifarma criou função de Responsável COVID
18/09/2020 9:59:16
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Centro de logística da Mifarma criou função de Responsável COVID

A Mifarma, empresa na venda online de produtos de farmácia e parafarmácia, criou função de Responsável COVID que tem como objetivo garantir o cumprimento das medidas de segurança impostas pela DGS e zelar pela saúde dos funcionários e dos consumidores da empresa.

Num contexto de incerteza generalizada e com a necessidade de regressar ao escritório em segurança, a Mifarma criou um posto de trabalho totalmente novo, diretamente relacionado com a pandemia, sob a designação de Responsável COVID. Tendo em conta a crise de saúde que vivemos, este novo perfil vai garantir o cumprimento de um protocolo de atuação eficaz, na ocorrência de algum caso de coronavírus.

O profissional que assumirá este cargo conta com um amplo percurso profissional e formação em prevenção de riscos laborais. A sua incorporação está diretamente vinculada à equipa de Logística e Armazém da empresa e será responsável por criar, desenvolver e manter um protocolo de atuação eficaz perante possíveis contágios de coronavírus ou contactos com pacientes positivos, dentro e fora do contexto laboral. Uma equipa multidisciplinar da empresa irá trabalhar com este coordenador para elaborar os protocolos, sendo apenas o profissional responsável pelo seu cumprimento contínuo.

Este novo perfil surge com a necessidade, por parte da Mifarma, de garantir ao máximo a segurança dos seus colaboradores e o envio dos pedidos aos seus mais de um milhão de clientes. Desta forma, o novo profissional deverá planear e oferecer medidas inovadoras de segurança sociossanitária em contexto laboral, seguindo a trajetória pioneira neste sentido.

“Na Mifarma, queremos, acima de tudo, continuar a garantir a segurança dos nossos colaboradores e clientes em todo o mundo. Do mesmo modo, perante a importância da crise sanitária e económica que vivemos, continuamos a trabalhar todos os dias em novas medidas que impulsionem e reativem a economia na Península Ibérica”, afirma Reme Navarro, CEO da Mifarma.

O Responsável COVID possui várias funções tais como designar por escrito as responsabilidades de todas as pessoas envolvidas no desenvolvimento e no cumprimento dos processos de segurança da empresa, velar pela segurança dos colaboradores e garantir que estes cumprem as medidas de prevenção estabelecidas. A sua figura será de “tracker” interno da empresa, que saberá a todo o momento quem se encontra com quem no armazém, de forma a poder cooperar eficazmente com os sistemas de saúde no caso de ocorrerem contactos próximos.

“Este novo perfil surge devido à incidência da COVID-19, mas trata-se de um cargo de duração indefinida que nos permitirá ampliar ao máximo os nossos sistemas de segurança. Este profissional será o responsável máximo pela implementação e gestão dos processos de segurança a todos os níveis”, acrescenta Reme Navarro.

Desde o início do estado de alerta, a Mifarma colocou em marcha múltiplas medidas para enfrentar a pandemia. Desde o passado mês de março, a empresa implementou mudanças logísticas, tanto em Portugal como em Espanha, e desativou parte do seu catálogo para garantir o serviço essencial nos prazos de entrega habituais. Assim, começou a comercializar máscaras com preço fixo antes da entrada em vigor da regulamentação do governo, de forma a garantir o acesso a produtos de saúde de primeira necessidade aos seus clientes.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019