OMS anuncia Escola Nacional de Saúde Pública como Centro Colaborador
18/09/2020 14:33:03
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
OMS anuncia Escola Nacional de Saúde Pública como Centro Colaborador

A Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou a Escola Nacional de Saúde Pública da Universidade NOVA de Lisboa (ENSP-NOVA) como Centro Colaborador – WHO Collaborating Centre for education, research and evaluation of safety and quality in healthcare.

Os Centros Colaboradores são instituições a quem a OMS reconhece a competência em determinadas matérias/áreas e com quem tem um histórico de colaboração reconhecida e de elevado valor.


A designação da ENSP-NOVA enquanto Centro Colaborador OMS resulta de um longo processo de colaboração entre as instituições, iniciada há mais de oito anos, e do reconhecimento do valor e da relevância das atividades que têm sido desenvolvidas pela ENSP-NOVA na área da Qualidade em Saúde e Segurança do Doente, das quais se destacam uma pós-graduação internacional, a organização de encontros internacionais e a liderança do grupo de investigação NOVAsaúde – Quality Improvement and Patient Safety.


Para o Prof. Doutor Paulo Sousa, docente e investigador ENSP-NOVA e coordenador do Centro Colaborador, “trata-se de desafio e de uma responsabilidade acrescida para a ENSP-NOVA, mas também de uma excelente oportunidade para reforçar o estatuto da Escola na liderança e no desenvolvimento de parcerias e de colaborações a nível nacional e internacional, neste domínio”.


Com esta designação, a Escola integra agora uma rede colaborativa internacional que desenvolverá atividades de acordo com um plano de trabalho a 4 anos, definido e alinhado com os objetivos da OMS. As atividades vão desde a recolha de informação e de dados para análise e desenvolvimento de investigação colaborativa, ao apoio na implementação e na avaliação de políticas e estratégias da OMS a nível local, regional, nacional ou internacional, à organização de reuniões conjuntas, ao desenvolvimento de ações e programas de formação, e de guidelines, relatórios e recomendações.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019