Estudo alerta para reforma urgente no Sistema Nacional de Saúde
30/09/2020 17:27:59
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
Estudo alerta para reforma urgente no Sistema Nacional de Saúde

O estudo realizado pelo Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa (ISEG) e pela EY Parthenon para o Health Cluster Portugal concluiu que o Sistema Nacional de Saúde precisa de uma reforma urgente, com vista a melhorar a sua qualidade, equidade, eficácia e eficiência operacional e financeira.

Do lado do financiamento, entre as 44 medidas propostas, o estudo considera fundamental a correção progressiva da suborçamentação crónica do sistema e a introdução da orçamentação plurianual, reduzindo a sua forte exposição aos ciclos políticos.

Do ponto de vista da organização, a investigação salienta a necessidade de melhorar o acesso a cuidados de saúde e assumir-se de forma inequívoca o caráter misto do sistema de saúde português, potenciando as vantagens inerentes à complementaridade e à articulação entre os setores público, social e privado.

Neste sentido, os autores propõem a criação de um instituto autónomo para a gestão da prestação de saúde, separando assim a gestão do Sitema Nacional de Saúde e o orçamento alocado a esse fim.

De acordo com o ISEG e a EY Parthenon e organização do sistema deverá estar centrada nos pacientes e deverão ser introduzidos mecanismos de liberdade de escolha, tornando claras as funções do Estado através da separação dos papéis de financiador, prestador e regulador.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019