COVID-19: estudo indica que vírus provoca a morte de neurónios
19/10/2020 18:22:33
Partilhar por emailShare on Google+Partilhar no facebookPartilhar no linkedinPartilhar no twitter
COVID-19: estudo indica que vírus provoca a morte de neurónios
Um estudo realizado por mais de 70 investigadores brasileiros demonstra que a COVID-19 pode afetar o cérebro e provocar a morte de neurónios. Esta realidade não acontece apenas em doentes graves.

A investigação, que foi publicada na plataforma científica medRxiv, indica que o vírus pode promover alterações significativas na estrutura do córtex: a região do cérebro mais rica em neurónios e responsável por funções complexas como memória, atenção, consciência e linguagem.

“Os pacientes com COVID-19 podem apresentar sintomas neuropsiquiátricos e neurológicos. Descobrimos que ansiedade é manifestada entre 28% e 56% dos indivíduos infetados com SARS-CoV-2 com sintomas respiratórios leves”, pode ler-se no estudo coordenado por investigadores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e da Universidade de São Paulo (USP).

Ao portal de notícias “G1“, a coordenadora do estudo Clarissa Lin Yasuda, disse que encontraram muitos pacientes que, mesmo já curados da COVID-19 “há cerca de dois meses, continuavam a apresentar sintomas neurológicos, como fortes dores de cabeça, sonolência excessiva, alteração da memória, além de perda de olfato e paladar”.

Resta saber se a gravidade destas lesões é passageira ou se é irreversível. Os cientistas vão acompanhar os pacientes do estudo durante os próximos três anos para tirar mais conclusões.


Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019