Uma equipa do centro de investigação Fraunhofer AICOS, com sede no Porto, desenvolveu uma solução tecnológica para monitorizar e detetar precocemente problemas de insuficiência cardíaca. O procedimento foi testado com sucesso por 10 doentes, sete cuidadores e quatro profissionais de saúde do Hospital São João.

Publicado em Notícias

Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019