A Takeda anunciou os resultados finais do estudo de Fase 3 HELP (Hereditary Angioedema Long-term Prophylaxis) Open-label Extension (OLE), que demonstraram que lanadelumab ajudou a prevenir e a reduzir a frequência de crises de angioedema hereditário (AEH) a longo prazo em doentes com idade igual ou superior a 12 anos que receberam tratamento durante uma média (desvio padrão) de 29,6 (8,2) meses. Os dados foram apresentados na Reunião Científica Anual Virtual do American College of Allergy, Asthma and Immunology (ACAAI) 2020 e serão também publicados na edição de novembro da revista do ACAAI, Annals of Allergy, Asthma & Immunology.

 

Publicado em Notícias

A Takeda anunciou novos dados resultantes da análise adicional sobre a segurança e eficácia de longo prazo para o lanadelumab em doentes com 12 anos de idade ou mais com angioedema hereditário (AEH), avaliados no decorrer do estudo de extensão aberto de fase 3 HELP (Hereditary Angioedema Long-term Prophylaxis) Study Open-label Extension (OLE). A análise, apresentada no Encontro Anual do Colégio Americano de Alergia, Asma e Imunologia de 2019, realizado entre 7 e 11 de novembro, em Houston, no Texas, Estados Unidos da América, mostrou que lanadelumab continuou a prevenir crises de AEH com uma taxa semelhante à observada no estudo pivotal HELP Study, em doentes que receberam tratamento durante um período médio de 19,7 (0-26,1) meses. A análise será também publicada na edição de novembro da revista científica Annals of Allergy, Asthma & Immunology, do Colégio Americano de Alergia, Asma e Imunologia.

 

Publicado em Notícias

Pesquisa

Publicações

Prev Next

Médico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Farmacêutico News, 37, janeiro/fevereiro 2019

Hematologia e Oncologia, 24, dezembro 2018

15.º Congresso Português de Diabetes, n.3

  SIDA, 37, janeiro/fevereiro 2019